Notícias >

Quintais Produtivos Agroecológicos no bairro de Coqueiral, Recife – PE

27 de Agosto de 2021 às 08:43 em

A referência a quintais produtivos em áreas urbanas remete logo a uma área atrás de casa, com chão de terra e muitas plantas. Quando pensamos em agricultura urbana, a impressão é de que encontraremos um terreno baldio, que será limpo e cultivado por um grupo de moradores. Em Coqueiral e seu entorno essa realidade é bem diferente, as moradias são pequenas, em sua grande maioria sem quintal e quase não há terrenos baldios disponíveis. Essa condição limita a prática da agricultura urbana, devido a pouca disponibilidade de espaço físico, do acesso limitado a luz solar e do excesso de umidade devido as cheias frequentes do rio Tejipió.

A agroecologia ao contrário da agricultura convencional, não considera as limitações como condição para prática da agricultura. Considera a família na centralidade da ação, protagonizando experiências capazes de promover adaptações das condições existentes para produção de alimentos.

O Projeto Quintais Produtivos realizou desde março, processos participativos de seleção de famílias, formações presenciais e remotas através de redes sociais e implementação de experiências produtivas agroecológicas em quintais, terraços, pequenos jardins, lajes, becos e principalmente paredes, sempre adotando como princípio, utilizar qualquer espaço disponível para produzir alimentos. Apesar de toda chuva que caiu nos últimos meses em Recife, com muitos dias nublados e moradias com pouca disponibilidade de luz solar diária, conseguimos colher alfaces, couves e pimentões, como na casa de Roziele Moreira do Nascimento, em cima de uma laje, Célia Maria da Conceição em sua horta vertical e Diogo Alves Siqueira em jardineiras sobre o telhado, realidade de um grupo de dezesseis famílias assessoradas pelo Instituto Solidare da Igreja Batista de Coqueiral com apoio da Tearfund.

Por Afonso Cavalcanti Fernandes Engenheiro Florestal - Assessor do Instituto Solidare